As únicas coisas que ficam entre uma pessoa e o que ela deseja na vida é seu DESEJO DE TENTAR e a fé em ACREDITAR QUE SEJA POSSÍVEL. -- Rich Devos

quinta-feira, 17 de setembro de 2009

O que faz a diferença?

Cheguei essa semana dos EUA após ter participado da convenção anual da empresa de MMN que atuo. Esses eventos visam aumentar a crença dos empreendedores no negócio e os meios utilizados são através do reconhecimento, premiação e motivação.

Para mim é bem dúbio avaliar tudo com minha visão analítica (profissional) e ao mesmo tempo como um líder membro da equipe. Se por um lado existe um fator extremamente racional, e por não dizer frio, por outro lado existe um lado humano como o de todos os outros presentes nesse tipo de evento que vibram a cada momento de compartilhamento das emoções.

Mas em tudo o que vi, ouvi, aprendi e compartilhei, nada se compara ao que vou relatar. O que faz a diferença?

Determinação é a resposta. A escolha em não aceitar os obstáculos como algo intransponível, mas sim como desafios que irão requerer maior empenho, planejamento e esforço para serem superados. O exemplo inspirador disso foi a combinação de dois palestrantes. Um foi um alpinista americano Ed Viesturs que escalou os 14 picos com mais de 8 mil metros sem uso de oxigênio, incluindo o Everest seis vezes. Para ele como subir a montanha é mais importante do que subir a montanha. Essa façanha durou 16 anos para ser completada e ele foi a quinta pessoa no mundo a fazê-la. Foi uma lição de determinação. Alguém que se predispôs a realizar algo e meticulosamente cumpriu o que sonhou, encarando todas as dificuldades e aprendeu a retroceder quando a "mãe natureza" lhe dizia que era hora de recuar para tentar novamente em melhores condições. Ele aprendeu a aceitar as perdas contigenciais, mas nunca se permitiu deixar de acreditar em realizar seu sonho, retornando perseverantemente no cumprimento dos seus objetivos. A outra fonte de inspiração foi uma vietnamita, membro de equipe, que se tornou duplo diamante no seu primeiro ano e sem ter experiência prévia em marketing de rede. Ela foi homenagiada como sendo a "Cara" da empresa. Num país onde a renda per capita é inferior a US$ 80/mês, essa incrível mãe solteira com dois garotos acreditou na oportunidade, desenhou seus sonhos e agiu consistentemente para realizá-los, partindo de uma renda mensal de U$ 300 para U$ 80 mil em um ano.

Da combinação dos dois palestrantes eu aprendi que se você olhar para seus obstáculos e se permitir aceitar desculpas, você se tornará menor do que si mesmo, e consequentemente estará se sentenciando à inferioridade. Daí tirei a minha própria conclusão que repassei à minha equipe: Nada nem ninguém me deterá! E você?

1 comentários:

Ganhe $ por indicação disse...

Olá amigo, tenho um programa fantástico de renda extra, onde se cadastrando gratuitamente você já estará concorrendo a um carro 0km e você ganha dinheiro a cada pessoa que você indicar. Se quiser saber mais acessa meu blog:
http://ganhedinheiroindicando.blogspot.com

Abraço!